DOR

Dor lembra sombra por fora
O gênio para ser gênio
Mas, por mais densa sofrida,
Sublime, revelador,
É sempre ação para dentro
É força de inteligência
Trazendo mais luz à vida.
Crucificada na dor.
.
Antonio Martins
Antonio Martins
.
A dor que mais ilumina
A lágrima, em toda estrada,
Por transformar-se no bem
Desde a mais pobre à mais rica,
Nunca pede compaixão
É uma ilusão que se apaga,
Nem atrapalha ninguém.
Uma verdade que fica.
.
Antonio Martins
Antonio Martins
.
Palavra que aformoseia,
Das grandes dores resumo
Nobre conselho ao dispor...
A função desconhecida:
Diante da dor alheia
Quem não chora perde o rumo,
É que o teste dá valor.
Quem não sofre perde a vida.
.
Juca Muniz
Sebastião Rios
.  
Matemática esquisita
Toda criatura sincera,
Acerta contas no Além!...
Ante as bênçãos do Criador,
A dor que nos parasita
Sente o céu da primavera
Multiplica o nosso bem.
No inverno da própria dor.
.
Bernardo de Passos
Oscar Batista
.  
Não te sintas tão sozinho,
Meu irmão. Segue, não temas.
Em tua vida hoje a dor
A Terra é uma grande escola
É instrumento do amor,
Onde o prazer desconsola
Quem vem te abrir o caminho.
E onde a dor cria o prazer.
.
Zé da Luz
Casimiro Cunha
.  
Vem a enxada, cava o chão,
Se a dor agora te fere
para o milagre da messe.
alma irmã, ora e confie,
A Dor cava o coração,
O amor de Jesus confere
que encontra Deus e floresce !
paz, esperança e energia.
Auta de Souza
Meimei
Do fiel trabalhador
Carro de boi gemedor
na seara de Jesus
do sertão que tanto amei,
cada gota de suor
igualzinho à minha dor,
é como gota de luz.
nos tempos que aí passei !
Meimei
Zé da Luz
As tuas dores reclamas,
Sempre que a dor te visite
reclamas tantos espinhos,
ora a Jesus e verás
são tuas semeaduras
como renasce em tua alma
já que escolheste os caminhos !
a rosa branca da paz.
Natal Machado
Natur de Assis
Toma, pois, do meu cálice e renova
a Fé que te erguerá em tua dor.
Transborda a minha taça da luz nova,
que é vinho do Senhor !
Judas I.
   
   
   
   
   

 

 
REFLEXÃO
 
     
  Se ao redor do teu passo a mágoa tumultua  
  Não te esqueças de que além do teu cansaço,  
  Há muita dor maior que a tua.  
     
  Quando triste chorares  
  Com teu sorriso tocado de aflição,  
  Recorda as amarguras e os pesares  
  De quem vive sem pão.  
     
  Se enfrentas o destino agro e sombrio,  
  Foge à noite em que o mundo se subleva  
  Recorda aquele que vai com fome e frio,  
  Ao encontro das trevas.  
     
  Olvida tua própria dor por mais austera,  
  E encontrarás na cruz que te lacera  
  O caminho da REDENÇÃO.