MAR

Navio no ancaradouro,
O imenso mar que se aninha
Barco firme a descansar...
Entre céus, terras e escolhos
Mas não foi para esse fim
Brilha menos que a gotinha
Que ele nasceu para o mar.
De pranto a cair dos olhos.
..
Álvaro Martins
Américo Falcão
..  
   
   
   
   
..  
   
..