PARA PEDIR A CORREÇÃO DE UMA FALTA

Pai, em todas as coisas que vos pedimos, faça-se a vossa vontade e não a nossa, por saberdes, melhor do que nós, o que nos convém para nosso adiantamento moral e felicidade futura.

Senhor ! Vós destes a todas as criaturas a inteligência necessária para distinguir o que é bom e o que é mau, e eu, reconhecendo maldade em qualquer coisa, inculpo-me, se não me esforçar na resistência. Por isso, peço-vos, bom Pai, que me preserveis do orgulho que me impediria de perceber meus defeitos e da influência dos maus espíritos, que me excitariam a perseverar nesse erro.

Senhor ! Eu reconheço, entre minhas imperfeições, a inclinação para... (tal coisa)... e se não resisti ainda a esse afastamento é porque o meu atraso me escravizou a esse hábito. Mas eu, Senhor, desejo progredir, e Vós, justo como sois, não me criastes culpado, antes me destes igual aptidão para o bem como para o mal. Dai-me, pois, meu Deus, a necessária força para que, vencendo o mal consiga mudar de caminho.

Os meus defeitos são restos das imperfeições que eu conservo das anteriores existências corporais do meu Espírito. Eles representam o meu pecado original; deles me poderei libertar pela vontade e com a assistência e conselhos dos bons Espíritos.

Permiti, pois, Senhor, que eles me ajudem. Espíritos bons e caridosos, que me protegeis, sobretudo vós, meu Anjo da Guarda, dai-me energia, excitai minha vontade para que eu possa resistir às más sugestões e consiga sair vitorioso da luta, pois que todos os defeitos são barreiras que nos afastam de nosso Pai celestial, assim como cada um daqueles que conseguimos vencer representa um passo no caminho do progresso que a Ele nos conduz.

E porque o reconheço e desejo emendar-me, ó Senhor, em vossa infinita misericórdia, permiti que eu o consiga, para que, da presente existência, que para meu adiantamento me foi concedida, eu possa sair melhor do que quando nela entrei.