UMA PRECE DO CRISTO

 

Pai, és Amor, és Luz, és Vida!

Todo o Universo vibra neste amor, nesta luz, nesta vida. Somos pequeninos átomos de tua infinita sabedoria e recebemos de Ti a força, a beleza, o poder de um universo inteiro. Em nós vibra o Verbo onipotente do teu amor, em nós circula a seiva divina da tua misericórdia e habita a luz.

Somos teus filhos. O infinito é tua criação. Todas as criaturas estão ligadas a Ti no esplendor sagrado de uma corrente de luz, de um elo imortal. Em Ti habitamos, em Ti vivemos. Confiaste ao meu coração uma parcela deste elo para que ele se unificasse no Teu amor. Constituiste-me Pastor de um punhado de ovelhas. Nossos pensamentos estão afins nesta corrente de amor universal.

Pai, trago comigo, no meu coração, com infinito carinho, os homens, meus irmãos. Eles te pertencem entretanto, devo formá-los à luz do Amor Universal. São crianças espirituais em busca do norte formoso da vida eterna. Guardam a infantilidade dos desejos pueris e ainda não aprenderam a respeitar tuas Leis sábias e eternas. Por eles ofereço, no exemplo do meu amor, lição maior da vida. Por eles entrego-me ao martírio da cruz, para que sintam, na renovação pelo sacrifício, a luz em seus corações.

Sei, Pai, que todas as criaturas encontrarão este caminho glorioso da imortalidade. Sei que todos esses corações que me confiaste, um dia, enaltecerão Teu nome no livro da vida. Nesta hora, peço-Te por eles, para que o orvalho da tua misericórdia os transforme em estrelas de luz, anunciando o nascimento do amor na Terra inteira. Peço-Te pelos discípulos diletos que ouvem a minha palavra e aguardam no santuário dalma, rogo Tua benção para os que estão à margem do caminho, embebidos na sombra da noite.

Um dia Tua glória se manifestará aos homens e Tua luz majestosas e bela transformará o pequenino orbe em estrela de potente esplendor. Por isto confio aos meus discípulos a Doutrina que me deste. Confio neles e sei que, individualmente, serão na Terra um ponto luminoso deste amor. Fortifica-os para que tenham mais luz, mais amor, mais poder, mais inspiração, pois, através deles, meus discípulos, bem amados, espero regenerar, modificar, glorificar a humanidade!

Pai, és Amor, és Vida, és Luz! Que este Amor, esta Vida, esta Luz, permaneçam com os homens ! Fois esta uma prece que ouvimos numa "sexta-feira santa" ao visitar Jerusalém. Que ela fique aqui como seu penhor de gratidão do pequenino servo do Senhor.

Irmão X.