RENOVANDO ATITUDES

Recolhemos trechos de algumas mensagens de "O Evangelho Segundo o Espiritismo", para tecer alguns comentários aos internautas amigos, na esperança de que possam renovar suas atitudes sob a inspiração de Jesus Cristo.

Estudar e refletir sobre a profunda sabedoria do Mestre, emérito conhecedor da psique humana, a qual Ele sabia ser a fonte das causas reais dos sofrimentos, nos torna mais francos e honestos com nós mesmos e com os outros e nos possibilita a extinção de nossas reações neuróticas nas múltiplas situações da vida, reações essas que nos impedem o autoconhecimento e anulam toda e qualquer possibilidade de relacionamento sadio e sincero com os outros.

O Mestre sabia das nossas dificuldades de perceber a realidade, dos esconderijos psicológicos que edificamos como métodos de defesa e dos inúmeros papéis e jogos que cultivamos inconscientemente para não assumir responsabilidades ou para camuflar nossas diversas predisposições.

O Evangelho à luz da obra de Kardec retém um enorme manancial para edificarmos nossos valores morais na renovação de nossas atitudes e para redescobrirmos nossas verdadeiras potencialidades, que herdamos da Paternidade Divina. As armadilhas do ego, as presunções da ilusão, as dependências e inseguranças, as falsas vocações ou as reais tendências podem ser identificadas com clareza se examinarmos com atenção nossos limites, fazendo auto-observação da vida em nós e fora de nós mesmos.

A nossa intenção não é a de apresentarmos regras ou determinar caminhos, nem mesmo regulamentar quais são as melhores atitudes a serem tomadas. Por termos plena consciência da imensa diversidade dos níveis de amadurecimento dos seres humanos, regidos como todos estamos pela "Lei das Vidas Sucessivas", compreendemos que cada ser está num determinado estágio evolutivo e, portanto, fazendo tudo o que lhe é possível fazer no momento, ou seja, conduzindo-se no agora com o melhor de si mesmo.

Tomemos a Natureza como exemplo: entendemos que passaríamos por incoerentes se censurássemos um botão de rosa ainda fechado por não estar já totalmente desenvolvido ou aberto; ou se recriminássemos uma roseira por não ter dado a mesma quantidade de botões do que a roseira plantada a seu lado e cultivada no mesmo canteiro.

Na realidade, afirmar aos outros quais atitudes eles deveriam ter é desrespeitar sua natureza íntima, ou seja, seu próprio grau de crescimento espiritual.

O conteúdo aqui exposto tem a intenção de contribuir para que todos nós possamos reflexionar sobre o porquê das atitudes humanas, a fim de poder entendê-las em seus diversos matizes comportamentais e, como consequência, melhorar a nós próprios, reconstruindo-nos ou transformando-nos interiormente, para que o Reino dos Céus se edifique dentro de nós mesmos.

Não podemos assegurar que no exposto vocês encontrarão sempre interpretações novas e inéditas, pois sabemos que existem excelentes obras amplamente habilitadas a dar grande contribuição, da mesma forma que outros tantos companheiros poderão suprir nossa dificuldade de expressão, com maior competência e destreza.

O que aqui for exposto trata de nossas interpretações pessoais, gostaríamos que os internautas se dessem conta de que talvez a maior dificuldade que enfrentamos para entender novas idéias seja a tendência que temos de retomá-la ou tentar explicá-las utilizando nossa maneira habitual de ver e sentir, e retraduzindo tudo em linguagem coloquial e convencional.

Finalizando, agradecemos a atenção para conosco e endereçamos a todos os internautas, como uma singela contribuição, a todos aqueles que sinceramente buscam o caminho do autodescobrimento, tendo Jesus Cristo não só como Terapeuta do corpo e da mente, mas também como MODELO e PRECEPTOR DE ALMAS.

Catanduva, 4 de julho de 1997 - Espírito Hammed

..Tua medida ..Ser feliz
..Tempos de ignorância ..Contigo mesmo
..Aprendendo a perdoar ..Teu lugar na vida
..Eu não merecia ..A verdade
..Pré-ocupação ..Sacudir o pó
..Olhando para trás ..Desbravando mistérios
..Tempo certo ..Quem são os regenerados
..Extensão da alma ..Simplesmente um sentido
..Preconceito ..Grão de mostarda
..Preceptor das almas ..Amar, não sofrer
..Lágrimas ..Os opostos
..Aparências ..Galho verde
..O amor que tenho é o que dou ..Palavras e atitudes
..A arte da aceitação ..Crenças e carma
..Vantagens do esquecimento ..Vínculos familiares
..Verniz social ..O "cisco" e a "trave"
..Belo planeta Terra ..Velhos hábitos
..Conveniência ..Imposições
..Carma e parantela ..Viver com naturalidade
..O Espiritismo ..Pesos inúteis
..Um impulso natural ..Todos são caminhos
..Grau de sensibilidade ..Desapego familiar
..Estado mental ..Incógnitas
..Velhas recordações, velhas doenças ..Os olhos do amor
..Perfeição versus perfeccionismo ..Tuas insatisfações
..Ligar-se a Deus ..Autoperdão
..A busca do melhor