09 - HARE-KRISHNA

I - INTRODUÇÃO

O movimento Hare Krishna, nome pelo qual é conhecida a Sociedade Internacional Para a Consciência de Krishna (ISKCON — Internacional Socíety for Krishna Consciousness) é um tipo ortodoxo de hinduísmo vedantista.

O movimento tem aproximadamente quinhentos anos de fundação na Índia, trinta anos no Ocidente e vinte anos no Brasil. Foi fundado por “Sua Divina Graça” Abhay Charan de Bhaktivedanta Swami Prabhupada que viveu como farmacêutico até 1959, tendo nascido em Calcutá, India, em 1896. Em 1959 deixou sua mulher e os cinco filhos para devotar-se de tempo integral e estudar com Síddharha Goswami. Este encarregou Prabhupada de levar a mensagem de devoção a Krishna ao Ocidente.

Veio pela primeira vez aos Estados Unidos em 1965, e em 1966 havia estabelecido o culto hindu de Krishna num pequeno aposento na cidade de Nova York. Antes de morrer, em 4 de novembro de 1977, indicou um corpo dirigente de onze discípulos que continuaram sua missão. O presidente da ISKCON de Nova York, Bati Mardan Maharaj, disse por ocasião da morte dele: “Prabhupada foi um gênio mundial, maior que Jesus Cristo”. Por isso ele é chamado “Sua Divina Graça”.

II - Ensinamentos do Movimento Hare Krishna

A filosofia do Movimento Hare Krishna é proveniente de escrituras que a humanidade segue desde tempos imemoriais. Esses escritos, conhecidos como os Vedas, originalmente escritos em sânscrito, apresentam um processo de compreensão espiritual profundo e prático. Neles, encontramos respostas às perguntas eternas: Quem sou eu? Por que estou aqui? Qual é o objetivo da vida? Como posso alcançá-lo? Ao mesmo tempo esses textos tratam de assuntos como psicologia, política, amor, arte, drama, música, cosmologia, yoga, saúde, arquitetura, astrologia e muito mais.

III - Como Praticar a Vida Espiritual?

Ter uma vida espiritual não significa raspar a cabeça e largar tudo, nem se trata de mero sentimento. Descubra mais...
A - Fale-me sobre Mantras
As escrituras da antiga Índia estão cheias de mantras. Existem mantras para destruírem inimigos, mantras para curar doenças, mantras para nos proteger, mantras para nos purificar e mantras que glorificam os semideuses. Mas mantras podem lhe trazer muito mais do que meros benefícios temporários; são essenciais no caminho da liberação do condicionamento material. A definição técnica em sânscrito da palavra mantra é aquilo que liberta a mente. (man—mente; tra—liberar).

Através das escrituras Védicas, aprendemos que existem quatro eras no mundo. Cada era tem seu método recomendado para liberação, mas em todas os mantras são uma peça chave. E na atual era, o método para realização espiritual mais eficaz e recomendado, é o canto de mantras.

B - Qual é o Melhor Mantra?
A atual era é chamada de Kali, a Era das Desavenças e Hipocrisia. Nessa era, todas as boas qualidades da vida diminuem com o passar to tempo. Para compensar, o Senhor bondosamente simplificou o processo de liberação dessa era. É unicamente necessário cantar Seus santos nomes para obter liberação e nada mais. No Brihan-naradiya Purana (38.126) diz:

harer nama harer nama harer namaiva kevalam
kalau nasty eva nasty eva nasty eva gatir anyatha

"Nessa Era de Desavenças e Hipocrisia a única forma de obter liberação é o cantar dos santos nomes do Senhor. Não há outra maneira. Não há outra maneira. Não há outra maneira." E no Srimad-Bhagavatam (12.3.51):

kaler dosha-nidhe rajann asti hy eko mahan gunah
kirtanad eva krishnasya mukta-sangah param vrajet

"Meu querido Rei, apesar de Kali-yuga ser um oceano de defeitos, ainda assim tem uma boa qualidade: Simplesmente por cantar os santos nomes do Senhor pode-se libertar do cativeiro material e ser promovido ao mundo transcendental."
De todos os mantras compostos por nomes do Senhor, as escrituras Védicas especificamente declaram que o Hare Krishna maha-mantra é o melhor. No Kalisantarana Upanishad confirma-se isso:

- hare krishna hare krishna krishna krishna hare hare
- hare rama hare rama rama rama hare hare
- iti bhodasakam namnam kali-kalmasha-nasanam
- natah parataropayah sarva-vedeshu drisyate

"As dezesseis palavras Hare Krishna, Hare Krishna, Krishna Krishna, Hare Hare/ Hare Rama, Hare Rama, Rama Rama, Hare Hare especificamente agem contra as contaminações da Era de Kali. Para se salvar destas contaminações, não há alternativa ao cantar dessas dezesseis palavras. Chega-se a essa conclusão após pesquisar todas as escrituras védicas."

O processo de cantar esses santos nomes foi ensinado nessa era pelo próprio Krishna, na forma de Sri Chaitanya Mahaprabhu, como sendo a mais simples, mais eficaz e mais prazerosa forma de reviver nossa consciência espiritual. Seguindo esse princípio, devotos cantam e ensinam o mantra Hare Krishna mundo afora, e assim ficaram conhecidos como os Hare Krishnas. O nomes de Deus são espirituais e não são palavras mundanas. Podemos repetir palavras mundanas durante alguns minutos ou horas, mas logo ficaremos entediados e paramos. E não teremos qualquer benefício espiritual. Mas o mantra Hare Krishna é diferente. Podemos cantá-lo por horas a fio, em grande êxtase, e assim fazer dinâmico progresso espiritual.

C - Como Cantar?
Qualquer um pode entoar (cantar) o maha-mantra: Hare Krishna, Hare Krishna, Krishna Krishna, Hare Hare/ Hare Rama, Hare Rama, Rama Rama, Hare Hare.

Para começar, você pode simplesmente repetir o mantra ou cantá-lo seguindo a melodia que preferir. Não há regras rígidas para o cantar dos santos nomes. O importante é pronunciar claramente e ouvir atentamente o som. Quanto mais cantar e ouvir os santos nomes, mas sentirá o efeito purificador do maha-mantra.

Normalmente quando os devotos cantam juntos, uma pessoa lidera o canto, com a melodia de sua escolha, e os demais respondem. Esse canto dos santos nomes em grupo é chamado de kirtana. Você encontrará CDs com belos kirtans em nossas lojas, como também para download gratuíto na Internet.

Você pode também entoar o mantra suavemente para si mesmo, de forma contínua. Esse tipo de prática é chamada de japa e normalmente é feita com a ajuda de um rosário de 108 contas, chamado japa-mala. Para cada conta canta-se um vez o mantra. 108 contas cantadas é “uma volta”. Devotos iniciados fazem um voto de cantar no mínimo 16 voltas por dia. Muitas pessoas consideram as primeiros horas do dia, antes mesmo do sol nascer, como sendo os mais agradáveis para essa prática.

D - Buscando um Guru Autêntico
Para obter a perfeição na vida espiritual, é essencial ter a guia de um guru (mestre espiritual). Não podemos nos aproximar de Deus diretamente em nosso atual estado condicionado. É como querer se encontrar com o Presidente. Não é que apenas chegamos lá, batemos na porta e conversamos com ele. Primeiro é necessário tentar agendar uma audiência com a secretária ou ser apresentado por um amigo em comum. Com Deus não é diferente. Claro que todos nós temos um relacionamento eterno com Deus, pois somos Seus filhos, mas, ainda assim, especialmente quando estamos iniciando nosso despertar espiritual, compreender esse fato e agir nessa plataforma é praticamente impossível devido a nossas impurezas. Precisamos primeiro nos purificar para nos aproximar do todo puro Senhor. Um guru nos treina e guia para restabelecermos nosso relacionamento com Deus e está sempre pronto para nos ajudar em momentos difíceis. Um discípulo é, portanto, sempre respeitoso e grato ao seu guru.

Muitas pessoas desqualificadas se posam de gurus – afinal estamos na Era de Hipocrisia e há muitos enganadores por aí. Assim, pode parecer difícil encontrar um guru genuíno, fidedigno. Como podemos reconhecer um guru? Quais são suas qualidades? Um guru fidedigno:

— conhece bem as escrituras Védicas e segue seus princípios
— se identifica como um servo humilde do Senhor e nunca declara ser Deus
— age com total controle de seus sentidos e nunca se torna vítima de desejos incontrolados
— tem um caráter moral impecável
— é totalmente dedicado ao serviço de Deus - sempre, com todo seu corpo, mente e palavras
— é discípulo de um guru que pertence a uma corrente genuína de gurus e discípulos (parampara), que se estende até o próprio Deus, Krishna, o mestre espiritual original de todos

Quando seguimos estritamente a guia de um mestre espiritual como esse, nosso sucesso na vida espiritual está garantido.

E - Associação com os Devotos
Para a maioria das pessoas, abandonar os hábitos ruins é desafiador. Parece que você está nadando contra a maré quando todo o mundo se entrega às mesmas coisas que você está tentando renunciar. Aqui é onde a associação apropriada ajuda.

Se alguém que está tentando deixar de fumar estiver na companhia de fumantes, largar o vício será muito mais difícil, e se alguém tentando deixar de beber ainda freqüentar o bar, as chances são que ele não ficará sóbrio por muito tempo. O mesmo princípio se aplica à vida espiritual. Portanto, a companhia daqueles livres de maus hábitos, ou até mesmo daqueles que estão se esforçando para se libertar, é uma grande ajuda. Nós aprendemos a encorajar um ao outro em uma atmosfera de competição saudável.

A parte disto, os empreendimentos positivos da vida espiritual como cantar, estudar as escrituras, e comer alimento espiritualizado são muito mais desfrutáveis na companhia dos devotos. Compartilhar as esperanças, desafios, experiências e realizações recíprocas enaltecem todo mundo. Ir para a floresta para meditação solitária, votos de silêncio, coisas semelhantes não se destinam a esta era.

Como nós reconhecemos os devotos? Que qualidades eles têm? Um devoto foi definido como aquele cuja visão nos faz lembrar de Krishna. Os devotos são treinados para ter respeito aos seus superiores, serem amigáveis com seus colegas, encorajadores para os seus júniores e amáveis para com todo mundo. O interesse principal deles deve ser praticar vida espiritual e encorajar outros a se unirem.

Há vinte e seis qualidades de um devoto. Misericórdia, tolerância, humildade, austeridade e devoção a Krishna são as principais entre elas. Associar-se com devotos que tenham estas características ou estão se esforçando para obtê-las, lhe dá um estímulo poderoso e ajuda sua vida espiritual se tornar viva.

Srila Rupa Goswami, principal instrutor espiritual do século quinze, lista seis intercâmbios amorosos entre os devotos:

Oferecer presentes em caridade, aceitar presentes caridosos, revelar a mente da pessoa em confiança, indagar confidencialmente, aceitar prasada (alimento oferecido a Krishna), e oferecer prasada são os seis sintomas de amor compartilhados por um devoto e outro.

Onde quer que você viva, provavelmente há devotos em sua área. Dê uma olhada em nossa lista de Centros da ISKCON para localizar o templo mais próximo de você. A maioria dos templos realiza um programa especial aos domingos, aberto a todo mundo.

Entre em contato com seu centro local para detalhes. Nós incentivamos você a conhecer os devotos pessoalmente. Nos veremos em breve!

F - Lendo Livros Transcendentais
As escrituras védicas são a base da filosofia da consciência de Krishna. Todos os pontos filosóficos nesse Portal Hare Krishna são diretamente tirados das escrituras ou são firmemente baseado nelas. Especulação, interpretação solta, distorção das palavras e imaginação não são caminhos válidos para a compreensão espiritual. O aspirante espiritual sincero merece saber tudo de forma clara e definitiva.

Então o que torna as escrituras autorizadas, e quais são as mais importantes?

A fonte original dos Vedas é o próprio Senhor Krishna, que transmitiu esse conhecimento para Brahma, o primeiro ser vivo criado no Universo. Em eras passadas, os Vedas eram ensinados por gurus qualificados para discípulos qualificados sem alterações. No começo dessa era, Srila Vyasadeva, a encarnação literária do Senhor, compilou todos os Vedas, escrituras auxiliares e histórias na forma escrita para protegê-los das dificuldades que estavam para vir.

O assunto principal das escrituras é nosso relacionamento com Deus, o processo de reviver esse relacionamento e o objetivo último – amor a Deus. Uma clara compreensão desses assuntos no leva na direção correta.

Os mais importantes livros transcendentais são o Bhagavad-gita e o Srimad-Bhagavatam. O Bhagavad-gita foi diretamente falado por Krishna e mesmo hoje é o livro sagrado Indiano mais famoso. O Srimad-Bhagavatam é chamado o fruto maduro da árvore da literature Védica e descreve as atividades do Senhor e Seus devotos em detalhe. Com o esforço sobrehumano de Srila Prabhupada, o fundador-acharya do Movimento Hare Krishna, essa e outras escrituras foram traduzidas e publicadas em Inglês e depois em dezenas de outros idiomas mundo afora. Visite nossa seção de Livros para conhecer mais. Das três autoridades na vida espiritual – o guru, os devotos e as escrituras – as escrituras são a autoridade máxima. Portanto, devotos devem regularmente estudar e discutir esses livros transcendentais a ponto de se tornarem muito bem versados neles.

"Assistindo regularmente às aulas sobre o Srimad Bhagavatam e prestando serviço ao devoto puro, tudo que é molesto ao coração é quase que completamente destruído, e o serviço amoroso à Personalidade de Deus, ao qual se louva com canções transcendentais, se estabelece como um fato irrevogável." (Bhagavatam 1.2.18)
Por Ananda Tirtha Dasa

IV - Om e Hare Krishna

Como seres espirituais, somos diferentes de nosso corpo material. Cantar sons transcendentais como om ajuda a nos liberar do condicionamento material e nos ajuda a realizar nosso eu. Om é uma representação sonora espiritual do Senhor Supremo. Muitos grupos que têm alguma ligação com a Índia vibram o om como parte do seu serviço. O Senhor Krishna menciona no Bhagavad-gita (7.8) que Ele é a sílaba om nos mantras védicos, e Ele conta como as pessoas aperfeiçoadas em yoga vibram a sílaba om e se lembram do Senhor Supremo na hora da morte, e assim entram no reino de Deus (verso 8.13).

Tanto 'om' como o santo nome de Deus podem liberar a pessoa da existência material. Embora às vezes om seja considerado uma representação impessoal de Deus, os seis Goswamis, seguidores diretos do Senhor Caitanya, dizem que ela indica o Senhor Supremo no seu aspecto pessoal, juntamente com Suas energias, que também são pessoas: “Om é composto das três letras ‘a’ ‘u’ e ‘m’, em que ‘a’ refere-se ao Senhor Krishna, ‘u’ refere-se a Radha, a energia espiritual de Krishna, e ‘m’ refere-se aos seres vivos como nós mesmos, que são todos, em seus estados puros, servos amorosos de Radha e Krishna.”

Embora om seja um som espiritual transcendental, os devotos no movimento Hare Krishna não enfatizam o canto do om porque nós somos os seguidores do Senhor Caitanya, que enfatizou o canto dos nomes de Krishna. Especificamente, Ele acentuou o canto do maha-mantra: Hare Krishna, Hare Krishna, Krishna Krishna, Hare Hare / Hare Rama, Hare Rama, Rama Rama, Hare Hare. Este mantra aparece em alguns poucos lugares na literatura védica e seus suplementos e é o mantra indicado para a iluminação espiritual nesta era de Kali (desavenças). Qualquer benefício obtido com o canto de om também pode ser obtido cantando-se Hare Krishna, e, ademais, a pessoa pode desenvolver a perfeição mais elevada de amor ao Supremo, cuja consecução faz a liberação da escravidão material parecer muito insignificante. Assim, embora o canto de om promova realização espiritual, o cantar do maha-mantra Hare Krishna é melhor.
Por Krishna Kripa Dasa

V - COMO MEDITAR

Como Entoar os Mantras?

Qualquer um pode entoar (cantar) o maha-mantra: Hare Krishna, Hare Krishna, Krishna Krishna, Hare Hare/ Hare Rama, Hare Rama, Rama Rama, Hare Hare.

Para começar, você pode simplesmente repetir o mantra ou cantá-lo seguindo a melodia que preferir. Não há regras rígidas para o cantar dos santos nomes. O importante é pronunciar claramente e ouvir atentamente o som. Quanto mais cantar e ouvir os santos nomes, mas sentirá o efeito purificador do maha-mantra.

Normalmente quando os devotos cantam juntos, uma pessoa lidera o canto, com a melodia de sua escolha, e os demais respondem. Esse canto dos santos nomes em grupo é chamado de kirtana. Você encontrará CDs com belos kirtans em nossas lojas, como também para download gratuíto na Internet.

Você pode também entoar o mantra suavemente para si mesmo, de forma contínua. Esse tipo de prática é chamada de japa e normalmente é feita com a ajuda de um rosário de 108 contas, chamdo japa-mala. Para cada conta canta-se um vez o mantra. 108 contas cantadas é “uma volta”. Devotos iniciados fazem um voto de cantar no mínimo 16 voltas por dia. Muitsa pessoas consideram as primeiros horas do dia, antes mesmo do sol nascer, como sendo os mais agradáveis para essa prática.

By Ananda Tirtha Dasa

VI - ESTILO DE VIDA DOS DEVOTOS

Os homens raspam a cabeça, deixando apenas um topete no alto e carregam um rosário de 108 contas, geralmente numa bolsa a tiracolo. O mantra é cantado 16 vezes para cada conta, diariamente. A cor do vestido é geralmente alaranjada para as mulheres. Pintam o corpo e o rosto para santificação e proteção com “tilaka”, uma pasta com água e um barro especial obtido na Índia e aplicado cada manhã, depois de um banho frio, em 13 diferentes partes do corpo, enquanto repetem os 13 diferentes nomes de Krishna.

VII - Regras de Conduta Básica

A - Há 4 regras que todos os novos membros devem obedecer:

1. Não comer peixe, carne e ovos;

2. Não se intoxicar com drogas, bebidas, fumo etc;

3. Não praticar jogos de azar;

4. Não praticar sexo, exceto no casamento (com finalidade de procriar).

B - Horário Diário

3 horas: levantar, chuveiro e pintura (tilaka);

4 horas: Adorar ídolos;

5 horas: Cânticos;

7:30 horas: Tarefas, refeições;

12:30 horas: Almoço vegetariano;

13:16 horas: Trabalho e adoração no templo;

17 horas: banho;

21 horas: Cama.

C.A.C.P.

VIII - RESUMO:

Buscando um Guru Autêntico
Para obter a perfeição na vida espiritual, é essencial ter a guia de um guru (mestre espiritual). Não podemos nos aproximar de Deus diretamente em nosso atual estado condicionado. É como querer se encontrar com o Presidente. Não é que apenas chegamos lá, batemos na porta e conversamos com ele. Primeiro é necessário tentar agendar uma audiência com a secretária ou ser apresentado por um amigo em comum. Com Deus não é diferente. Claro que todos nós temos um relacionamento eterno com Deus, pois somos Seus filhos, mas, ainda assim, especialmente quando estamos iniciando nosso despertar espiritual, compreender esse fato e agir nessa plataforma é praticamente impossível devido a nossas impurezas. Precisamos primeiro nos purificar para nos aproximar do todo puro Senhor. Um guru nos treina e guia para restabelecermos nosso relacionamento com Deus e está sempre pronto para nos ajudar em momentos difíceis. Um discípulo é, portanto, sempre respeitoso e grato ao seu guru.

Muitas pessoas desqualificadas se posam de gurus – afinal estamos na Era de Hipocrisia e há muitos enganadores por aí. Assim, pode parecer difícil encontrar um guru genuíno, fidedigno. Como podemos reconhecer um guru? Quais são suas qualidades? Um guru fidedigno:

— conhece bem as escrituras Védicas e segue seus princípios
— se identifica como um servo humilde do Senhor e nunca declara ser Deus
— age com total controle de seus sentidos e nunca se torna vítima de desejos incontrolados
— tem um caráter moral impecável
— é totalmente dedicado ao serviço de Deus - sempre, com todo seu corpo, mente e palavras
— é discípulo de um guru que pertence a uma corrente genuína de gurus e discípulos (parampara), que se estende até o próprio Deus, Krishna, o mestre espiritual original de todos

Quando seguimos estritamente a guia de um mestre espiritual como esse, nosso sucesso na vida espiritual está garantido.

By Ananda Tirtha Dasa