CORPO SÃO E MENTE SÃ

INTRODUÇÃO

O estilo de vida que a maioria dos homens são hoje obrigados a levar expõe-nos a perder o controle de si. Muitos não atinam mais com os meios adequados para se protegerem eficazmente contra as agressões do alucinante movimento da vida moderna. Talvez a metade dos ocidentais, neste final de século, sofre de distúrbios do equilíbrio psicossomático, de insônia ou de outras perturbações de natureza mais ou menos neurótica. Contudo, o homem tem consciência aguda da sua natural vocação para o bem-estar físico, psíquico e moral. "Nos grandes centros urbanos, o ser humano é sujeito física, moral e emocionalmente a sofrimentos dos quais consegue libertar-se unicamente por meio da atenta aplicação de determinadas disciplinas."

Este livro tem, precisamente, como objetivo primário o de sugerir ao leitor meios interessantes e práticos para fazer face às agressões do meio. Estas, frequentemente, repercutem de maneira catastrófica sobre o equilíbrio psíquico. Em vez de vociferar mais ou menos inutilmente contra os abusos do ambiente, é preferível buscar meios eficientes de se proteger e se defender contra o inevitável. Não é sempre fácil subtrair-se aos maléficos efeitos dessas agressões pois, não raro, provêm de atitudes e de comportamentos coletivos mais ou menos inconscientes. Que poderá o indivíduo fazer para se resguardar dos efeitos deletérios da poluição atmosférica, do envenenamento dos alimentos e da água, da poluição sonora?. . . Como fugir do inevitável envenenamento progressivo das células nervosas do cérebro?. Como proteger se contra a intoxicação psicológica a qual são, inevitavelmente, submetidos aqueles que forçosamente devem viver em um ambiente social deteriorado? O que fazer pura não sucumbir às necessidades neuróticas que o liberalismo comportamental gera, sobretudo nos jovens desorientados? Como fazer a profilaxia das drogas, do álcool, das discotecas, das orgias sexuais, do terrorismo, da vagabundagem etc? É realmente ilusória a idéia de que algum dia a humanidade tome a sério a purificação do ambiente deteriorado? Felizmente, é possível criar em si mesmo um oásis de tranquilidade, através de técnicas apropriadas.

As tensões que originam o sofrimento moral, ao qual o homem moderno é submetido pelos fatores estressantes do ambiente acima referidos, acabam por minar sua personalidade. Esta pode entrar em um latente processo de desintegração e de progressiva perda da saúde física.

Hoje, o indivíduo "sucumbe diante da aceleração do ritmo da vida, diante da diversidade das interações humanas, diante da complexidade das estruturas, diante da incessante transformação da organização social, política, econômica etc.'"- Tal situação pressiona, de maneira perigosa, o sistema nervoso do homem. Se a este desgaste nervoso se juntam as constantes e abusivas excitações sensoriais que poluem o mundo social, o organismo psicobiológico acaba, inevitavelmente, intoxicado. O primeiro sintoma de gravidade dessa alteração do estado de equilíbrio é a fadiga nervosa. Se esta não for tomada em consideração para um repouso adequado, o homem corre sério risco de sucumbir à doença psicossomática.

Neste caso, primeiro se observam unicamente discretas anomalias comportamentais, como instabilidade psicomotora, repentina mudança de humor, sensibilidade extrema, sonolência. . . Enfim, a explosão neurótica, com sério dano para o equilíbrio pessoal e existencial.

O estresse emocional de qualquer origem pode desequilibrar as funções do hipotálamo e precipitar a desorganização da personalidade. O hipotálamo administra a energia biopsicológica do homem. Cansado e debilitado por excesso de pressão emocional, desarticula-se o seu funcionamento. Aqueles que querem sobreviver ao mundo em constante transformação a um ritmo nunca antes visto, são obrigados a empenhar toda sua energia biopsicológica para se manterem mais ou menos adaptados.

Este livro foi escrito com a intenção de oferecer ao leitor elementos científicos suficientes para que possa compreender os problemas que, por acaso, lhe dificultam o equilíbrio da vida. Compreender o como e o porquê da dificuldade é a primeira condição para uma tentativa inteligente de solução. Há pessoas que peregrinam de um consultório médico a outro ou se auto-medicam, sem suficiente conhecimento de causa. É possível que, em vez de se ajudarem, vão de mal a pior.

A leitura do presente livro pode trazer um pouco de luz em uma eventual situação pessoal conflitiva. O espantoso ritmo de acontecimentos traumáticos veiculados constantemente pelos velocíssimos meios de comunicação imergem o homem de hoje em um permanente estado de tormenta mental e emocional. Rareiam sempre mais as poucas ilhas incontaminadas ainda existentes no mundo. Muitos perambulam meio alucinados pelas congestionadas ruas das cidades, aparentemente em busca de um pouco de silêncio e de paz.

O aspecto mais grave do problema certamente não está naquilo que podemos observar com os nossos sentidos externos. O conflito nasce da repercussão negativa e estressante que as sensações desse caótico mundo causam na emotividade do homem. O alarmante problema da droga, os agressivos e violentos enfrentamentos sociais, o delírio da velocidade sobre o asfalto.. . são preocupantes advertências ao homem. Os inteligentes preferem prevenir a remediar.

Um discreto sintoma neurótico, tratado a tempo por inteligente auto-análise e generosas medidas de higiene mental, pode salvar o sistema nervoso ameaçado de colapso. Como hoje ninguém está totalmente protegido contra a possibilidade de uma complicação de natureza neurótica ou psicossomática, adequada informação a respeito desse tipo de problemas pode ser sobremaneira útil a todos.

Pedro Finkler

1ª PARTE: ELEMENTOS DE COMPREENSÃO

 
..01 - AS RAÍZES BIOLÓGICAS DO HOMEM
..02 - FUNCIONAMENTO DA VIDA MENTAL
..03 - A INTELIGÊNCIA
..04 - EQUILÍBRIO
..05 - PSICOLOGIA APLICADA À VIDA MENTAL
..06 - PSICOLOGIA PREVENTIVA
..07 - O HOMEM PSIQUICAMENTE NORMAL
..08 - O HOMEM PSIQUICAMENTE ENFERMO
..09 - UM POUCO DE PSICOPATOLOGIA
..10 - ESTADOS DE TENSÃO NEURÓTICA
..11 - ANSIEDADE E ANGÚSTIA
..12 - RAIVA OU CÓLERA
..13 - NEURASTEMIA
..14 - FOBIA
..15 - OBSESSÃO
..16 - HISTERIA
..17 - PSICONEUROSE TRAUMÁTICA
..18 - PSICONEUROSE DE ANSIEDADE
..19 - A PERSONALIDADE ANSIOSA
..20 - O ESCRÚPULO
..21 - ANSIEDADE, EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO
 
2ª PARTE: FATORES DINÂMICOS DO EQUILÍBRIO
 
..01 - ALGUNS MÉTODOS DE CONTROLE PESSOAL..
..02 - PARA MANTER E MELHORAR O EQUILÍBRIO
..03 - HIGIENE ALIMENTAR
..04 - MOVIMENTO FÍSICO
..05 - A RESPIRAÇÃO COMO FATOR DE SAÚDE...
..06 - RELAX NEUROMUSCULAR E TÔNUS MUSCULAR
..07 - REPOUSO - SONO - SONHO
..08 - SONO E EFICÁCIA
..09 - A NOSSA VIDA EMOCIONAL
..10 - DE ONDE PROCEDEM AS EMOÇÕES?
..11 - TENSÕES E CONFLITOS EMOCIONAIS
..12 - COMO CONTROLAR NOSSAS EMOÇÕES
..13 - EXERCÍCIOS BIOENERGÉTICOS
..CONCLUSÃO