PENSAMENTOS SUICIDAS

Pensamentos suicidas

De todos os pensamentos ruins, negativos que uma pessoa pode ter, este é o mais significativo. O pensamento suicida aparece com uma freqüência muito maior do que imaginamos .

Pensar em suicídio não se refire apenas aos planos de morte, pensar em como seria bom se não estivesse sobre a face desta terra já é um pensamento suicida, pensar em como seria se tivesse um botão de desligar a vida também.

Quando chega-se a este ponto fica claro que esta pessoa deve procurar uma terapia, pois mesmo que a pessoa se considere “medrosa demais” – como muitos declaram - para concretizar o suicídio, apenas o fato de pensar em não estar mais vivo já é muito forte, esta pessoa precisa de ajuda, e ajuda urgente pois esta pessoa está chegando ao limite.

O pensamento é sempre carregado de força

Um pequeno pensamento pode encher a nossa vida de valor e significado, quando lembramos de bons momentos sentimos uma leveza gratificante,da mesma forma, até mesmo um pequeno pensamento de morte pode significar muito sofrimento.

O pensamento em sua própria destruição surge quando a pessoa acredita que não há solução para seus problemas. Esse tipo de pensamento vem à mente em momentos de crise. A crise é identificada em meio a desorganização mental, estresse e sensação de incapacidade de solucionar os problemas da vida.

O que provoca o desejo de morte

O que provoca o sentimento depressivo não são apenas as coisas ruins que acontece na vida da pessoa, que em psicologia chamamos de agentes estressores, que pode ser a morte de alguém, a perda do emprego, a discussão com a vizinha. O que realmente provoca a depressão é a avaliação que a pessoa faz do quanto ela pode enfrentar isso tudo. É o limite da capacidade de enfrentamento que causa a depressão. Cada um tem seu limite, pra uns o limite é mais elástico do que para outro, por isso não adianta dizer: “Imagine ficar deprimido só porque aconteceu isso com ele, eu já passei por isso e não fiquei deprimido”. Cada um tem o seu limite, e quando passa esse ponto a pessoa entra em crise psicológica.

Se há pensamento de suicídio mais cedo ou mais tarde esta pessoa se suicidará?

Na grande maioria das pessoas que se suicidaram houve um aviso, algo foi dito que demosntrasse pensamento suicida. `

O impulso para agir tem um tempo limitado, as idéias de morte persistem por algum tempo, mas ainda assim normalmente a pessoa consegue resistir ao impulso de concretizar essa idéia, mas só o fato de ter o pensamento já demonstra a importância dessa depressão.

Vale salientar que nem sempre há o desejo de morte, o desejo real é a eliminação do sofrimento e não da vida em si.

O que fazer quando percebemos este pensamento no amigo ou familiar?

Não entre em pânico, fale com esta pessoa de forma tranqüila, mas firme. Faça-o saber que ele é importante e que há pessoas que se preocupam com ele. Leve-o para psicoterapia imediatamente. Mesmo que você seja uma pessoa cuidadosa e saiba se relacionar muito bem, ainda assim devemos contar com atendimento psicológico profissional.

Muitas vezes o desejo declaro de suicídio se refere muito mais à necessidade de saber o quanto se é amado pelas pessoas próximas. Muitas vezes o que impera é a necessidade em se perceber querido:”Será que sentirão minha falta?” Mas, você não conseguirá determinar isto sozinho, portanto não arrisque- ofereça tratamento.

Por Marisa de Abreu