PREDESTINAÇÃO
BIBLIOGRAFIA
01- A Gênese - cap. XVI 02 - Expiação - pág. 90
03 - Ide e pregai- pág. 33 04 - Jesus o verbo do Pai - pág. 52
05 - Memórias de um suicida- pág. 318, 327 06 - No limiar do infinito- pág. 37
07 - Novas mensagens - pág. 121 08 - O Livro dos Espíritos - q. 334, 336, 576,
09 - O Livro dos Médiuns- pág. q. 289, 290 10 - O que é a morte - pág.13
11 - Obras póstumas - pág. 99 12 - Viver em plenitude - pág. 83

LEMBRETE: O NÚMERO DA PÁGINA PODE VARIAR DE ACORDO COM A EDIÇÃO DA OBRA CITADA.

PREDESTINAÇÃO – COMPILAÇÃO

08 - O Livro dos Espíritos - Allan Kardec - questões: 334, 336, 576, 861, 868

Perg. 334 - A união da alma com este ou aquele corpo está predestinada, ou no último momento é que se faz a escolha?
- O Espírito é sempre designado com antecedência. Escolhendo a prova que deseja sofrer, o Espírito pede para encarnar; Deus, que tudo sabe e tudo vê, sabe e vê com antecedência que tal alma se unirá a tal corpo.

Perg. 335 - O Espírito tem o direito de escolher o corpo ou somente o gênero de vida que lhe deve servir de prova?
- Ele pode escolher também o corpo, porque as imperfeições do corpo são provas que o ajudam no seu adiantamento, se ele vencer os obstáculos encontrados; mas a escolha nem sempre depende dele, que pode pedí-la.

Perg. 336 - Poderia acontecer que um corpo que deve nascer não encontrase Espírito para encarnar-se nele?
- Deus proveria isso. A criança, quando deve nascer para viver, tem sempre uma alma predestinada; nada é criado sem um desígnio.

Perg. 337 - A união do Espírito com determinado corpo pode se imposta por Deus?
- Pode ser imposta, da maneira que as diferentes provas, sobretudo quando o Espírito ainda não está apto a fazer uma escolha com conhecimento de causa. Como expiação, o Espírito pode ser constrangido a se unir ao corpo de uma criança que, por seu nascimento e pela posição que terá no mundo, poderá tornar-se para ele um meio de castigo.

Perg. 576 - Os homens incumbidos de missão importante são predestinados a elas, antes do nascimento, e têm conhecimento disso?
-Às vezes sim, mas na maioria das vezes o ignoram. Só têm um vago objetivo ao vir para a Terra; sua missão se desenvolve após o nascimento e segundo as circunstâncias. Deus os impulsiona pela via em que devem cumprir os seus desígnios.

Perg. 861 - O homem que comete um assassinato sabe, ao escolher a sua existência, que se tornará assassino?
- Não. Sabe apenas que, ao escolher uma vida de lutas, terá a probabilidade de matar um de seus semelhantes, mas ignora se o fará ou não porque depende quase sempre de tomar a deliberação de cometer o crime. Ora, aquele que delibera sobre uma coisa é sempre livre de a fazer ou não. Se o Espírito soubesse com antecedência que, como homem, devia cometer um assassínio, estaria predestinado a isso. Sabei, então, que não há ninguém predestinado ao crime e que todo crime, como todo e qualquer ato, é sempre o resultado da vontade e do arbítrio.

LEMBRETE:

1° - PREDESTINAÇÃO s.f. a - Ato ou efeito de predestinar; b - teol. Desígnio de Deus, pelo qual conduz os eleitos para o bem-aventurança eterna, por oposição à qualidade ou condição de precito.

2° - PREDESTINADO: Adj. a - Determinado de antemão; fadado. b - Eleito de Deus; s.m Aquele a quem Deus predestinou a bem-aventurança; santo.

3° - PREDESTINAR: v. tr. dir. a - Destinar antes; b - teol. Eleger (Deus) desde toda a eternidade para a bem-aventurança eterna ou para a realização de grandes coisas.

Edivaldo