16 - EXEMPLAR

Jesus esteve entre nós tendo uma vida de relação baseada na exemplificação. Não só as suas palavras ficaram para a posteridade mas, antes de tudo o seu exemplo. O exemplo é a força mais contagiosa do mundo.

Quem não faz quanto ensina nos arraiais do bem, pode ser um sonhador, benéfico para os outros, mas infinitamente perigoso para si mesmo.

O exemplo é o agente mais poderoso, na ordem moral, para despertar as almas adormecidas, tocando a mola que nelas existe e que lhes aciona as fibras sensíveis, em correspondência com o sentimento ou faculdade elevada que lhes cumpre desenvolver.

A força do exemplo, constitui a mais edificante pregação que o homem fiel a si mesmo pode realizar, a benefício seu e do próximo. O bom exemplo, observado e sentido, permanece indelével na retina e nos refolhos conscienciais.

Tua mensagem não se constitui apenas do discurso ou do título de cerimônia com que te apresentas no plano convencional; é a essência de tuas próprias ações, a exteriorizar-se de ti, alcançando os outros.

Sem que percebas, quando te diriges aos companheiros para simples opiniões, em torno de sucessos triviais do cotidiano, estás colocando o teu modo de ser no que dizes; ao traçares ligeira frase, num bilhete aparentemente sem importância, derramas o conteúdo moral de teu coração naquilo que escreves; articulando referência determinada, posto que breve, apontas o rumo de tuas inclinações; em adquirindo isso ou aquilo, entremostras o próprio senso de escolha; elegendo distrações, patenteias por elas os interesses que te regem a vida Íntima ...

Reflete na mensagem que expedes, diáriamennte, na direção da comunidade.

As tuas idéias e comentários, atos e diretrizes voam de ti, ao encontro do próximo, à feição das sementes que são transportadas para longe das árvores que as produzem.

Cultivemos amor e justiça, compreensão e bondade, no campo do espírito.

Guarda a certeza de que tudo quanto sintas e penses, fales e realizes é substância real de tua mensagem às criaturas e é claramente pelo que fazes às criaturas que a lei de causa e efeito, na Terra ou noutros mundos, te responde, em zelando por ti.

EXEMPLIFICAÇÃO:

Muita gente julga, a esmo,
Que as lutas da educação
Resumem-se à teoria
Discurso e doutrinação.

Mas o problema é bem outro;
Não se dispensa a harmonia
Entre ação e ensinamento,
Nos quadros de cada dia.

O CONFERENCISTA ATRIBULADO
O EXAME DA CARIDADE
TUA PROSPERIDADE