5 - BEM

A BENIGNIDADE

Todos nós queremos ter direito à felicidade; portanto, trabalhemos esforçadamente para adquirirmos esse direito.

A felicidade, como tudo o que há no universo, só é dada a quem lutar por ela.

Deus nos dá tudo mas deseja que façamos alguma coisa em troca do que Ele nos concede.

- Eu te farei feliz, diz o Senhor, mas antes quero que tu faças felizes os teus irmãos.

Só somos realmente felizes quando trabalhamos para tornar os outros felizes.

Fazer o bem aos outros é o único meio que nos proporcioonará a felicidade e nos dará direito à recompensa do Pai.

Na prática do bem não devemos distinguir as pessoas; os conhecidos e os desconhecidos merecem nossa atenção.

É preciso que saibamos ir procurar as misérias ocultas, as aflições alheias e sobre elas estender as consolações que o Senhor nos conceder.

Não percamos nenhuma ocasião de sermos úteis, de prestarmos um serviço, de suavizarmos uma dor; porque aquilo mesmo que dermos a nossos irmãos, o Pai dará a nós também.

Há um ditado que diz: - Façamos o bem sem olhar a quem.

Este provérbio é verdadeiro e significa que é nossa obrigação fazer o bem até para as pessoas que não gostam de nós, até a nossos inimigos.

Eliseu Rigonatti
ANTE A LEI DO BEM
AUXÍLIO MÚTUO
FAZER O BEM SEM OSTENTAÇÃO
INFLUÊNCIA DO BEM
O BEM E O MAL
O BEM EM AÇÃO
SACRIFÍCIO